sexta-feira, 17 de junho de 2011

No elevador...


....Segue mais uma pequena parte da minha loka vida ....

 ….Decidi que ignorar o Gustavo depois do episodio da piscina,havia passados varios dias ,ele não me ligava ,e meus sentimentos por ele já estava passando......Carol uma das minhas amigas, ia dar uma festa no seu ape ,teria q chegar adiantado pra ajudar organizar tudo,
La pelas 20:00 hs eu já estava la assim q entrei no elevador pra me dirigir ao ape dela ,vi um pe que segurava o elevador seguido da palavra oi ,subi meus olhos e la estava Gustavo, lindo e totalmente sem jeito de me ver, mas totamente ansioso e empolgado com minha presença, assim que a porta do elevador se fechou, ele venho me da um beijo ,sei la o que me deu!! numa fraçao de segundo, estavamos se pegando como dois animais no cio, numa rapidez incalculavel me vi tirando sua camisa ,senti suas maos tbm procurando meus seios por dentro da minha blusa ,as bocas q se encontrando ,as maos suadas na minha pele , meu corpo apertado em direçao ao espelho da parede do elevador quase pedindo implorando por seus tokes,tudo tao rapido e loko ,queria para de beija lo mas nem tinha como ,quando corpo pede as vezes a cabeça não obedece!
   Não apertei o botao de emergencia , logo chegamos no andar do ape ,e sem perceber a porta se abriu,ainda bem que não tinha niguem ali no corredor,me recompus ,ajeitei a blusa e quase ignorando que havia jogado a camiseta dele no chao q ele tentava pegar, me virei de costas e sai.
  A festa se seguiu …. minha amiga disse: 'Bia, o Gu so veio pra ver vc sabia?”
  Eu disse:  -Vc ta me zuando, ele nem me liga!!
    Ela disse que era porque ele tinha vergonha, que ele todo dia vinha na casa dela perguntar por mim, fiquei pasma,vergonha?? depois de tudo q aconteceu chegava a ser absurdo! Cruzei a sala, meus olhos procurando ele ,vi num canto uma menina conversando com Gustavo,ele sem da menor atençao ,percebeu que eu cruzava a sala em sua direçao , venho rapidamente olhando e sorrindo quis falar algo ,pus o dedo na sua boca silenciando- o e disse” não diga nada vem aqui” segurei na sua mao levando ele pra fora do ape,apontei o elevador e assim que a porta se abriu joguei ele pra dentro, falando vamos terminar o que começou aqui!!
 Dessa vez apertei o botao de emergencia e começamos a nos beijar como nunca! ...Sem palavras e sem discussoes bobas, fomos se pegando com força, ele abriu so o ziper, eu levantei a saia bem pouco e ali pressionada aos  espelhos marcados da respiraçao nossa ,transamos tao intensamente ,suas bombadas tao forte e quente ,ia no fundo do meu corpo que sacudia de tesao, os gemidos abafados por beijos e eu arranhando suas costas ,ele olhava no fundo dos meus olhos , e eu fazia aquela cara de dor e prazer ,gozamos ate não poder mais.... o pacto de silencio foi mantido!
   
Mas cuidado com elevadores todos tem cameras e o porteiro do predio da minha amiga nunca mais me olhou do mesmo jeito !!! rsrsrsrs





direitos autorais do
 texto desse autor: Copyright tradicional (todos os direitos reservados)